Sites Grátis no Comunidades.net
Consulta de Nutrição
Consulta de Nutrição

O quê e para quem...

 

"Diz-me o que comes, dir-te-ei a saúde que tens" esta é uma velha máxima que temos de ter em conta quando pensamos em saúde.

A alimentação é uma vertente da saúde de todos os indivíduos que deve ser considerada e à qual se deve dar a máxima importância. O nutricionista tem por isso, um papel cada vez mais relevante no que respeita á saúde individual e colectiva da sociedade.

A sua actuação centra-se na prescrição nutricional nas mais diversas patologias com o objectivo, não só, de dirigir cada um para as escolhas alimentares mais vantajosas, assim como, orientar essas escolhas, tendo em conta a enorme variedade de alimentos existentes no Mundo actual.

As consultas destinam-se a todas as pessoas e podem funcionar como uma importante ajuda na prevenção de doenças crónicas e no tratamento de muitas outras patologias como, doenças cardiovasculares, diabetes, hipertensão, ácido úrico, excesso de peso/obesidade, anemia, insuficiência renal, doenças do estômago e intestino, desnutrição, alergias e intolerâncias alimentares e muitas outras.

 

  

Em que consiste...

 

  • Numa primeira fase, são recolhidos alguns dados que o nutricionista considere relevantes para o preenchimento da ficha do utente, como:
    • Nome
    • Profissão
    • Estado civil
    • Idade

 

  • Posteriormente é efectuada uma análise antropométrica, ou seja são medidos e registados vários valores importantes para a análise corporal:
    • Altura
    • Peso 
    • IMC (Índice de Massa Corporal)
    • % de Massa Gorda
    • % de Massa Magra
    • % de Água
    • Metabolismo Basal 
    • Perímetro da cintura
    • Perímetro da anca
    • Outros que o nutricionista considere importantes

 

  • De seguida, e enquadrado numa conversa que pretende a criação de um ambiente descontraído, são feitas algumas questões que permitem analisar os antecedentes de doença quer individuais quer familiares e também alguns aspectos da vida do utente, para que se percebam algumas questões essenciais para o desenrolar da consulta e para que a abordagem seja o mais individual possível. Fazem parte destas questões, por exemplo, a prática ou não de actividade física, e qual a terapêutica medicamentosa do utente (caso exista).

 

  • De seguida é registada a chamada história alimentar, que não é mais do que um relato das refeições feitas e qual a sua composição. Esta história alimentar retrata a constituição de um dia alimentar da pessoa em questão e permite ao nutricionista o enquadramento no tipo de dieta praticada pelo utente. Desta forma é-nos possivel corrigir alguns erros, perceber como decorre o dia alimentar e enquadrar o possível plano alimentar a ser prescrito.

 

  • Com base nos dados recolhidos e analisando o utente no seu conjunto e na sua individualidade pode ou não ser elaborado um plano alimentar que pode ser mais ou menos rigoroso dependendo de cada caso e do objectivo da consulta.